Hotelaria pet: Saiba tudo que precisa para se tornar um hotel pet friendly

O seu hotel ou pousada está preparado para receber clientes acompanhados dos seus pets? Se você ainda não faz parte da lista da hotelaria pet friendly da sua cidade, está perdendo negócio! 

Antes de tudo, precisamos explicar o que esse serviço.

O ramo de hotéis pet friendly são espaços que não só aceitam hóspedes com seus bichinhos de estimação, como também criam o suporte adequado para acolhê-los em suas acomodações.

Pois saiba que estar preparado para a tendência da hotelaria pet é uma ótima oportunidade de negócio, que pode te proporcionar está à frente no seu mercado.

Isso, em uma cadeia de distribuição do ramo pet friendly que só cresce no país e no mundo, na qual você pode se beneficiar muito adotando novas formas de receber seus clientes.  

Nesse artigo, trouxemos dicas para você adaptar e acolher os animais dos seus hóspedes, com serviços focados na segurança e necessidades de tutores, do hotel e dos bichinhos.

Leia esse artigo até o final e descubra as vantagens da hotelaria pet friendly para o faturamento de hotéis e pousadas.

Vem com a gente!

Agende uma Consultoria Gratuita
Preencha e ganhe uma consultoria gratuita com um dos nossos especialistas





    Por que investir no segmento da hotelaria pet friendly?

    Se você ainda não entendeu o quanto o mercado de hotelaria pet friendly é aquecido e se tornou oportunidade de se destacar, confira os dados que encontramos abaixo:

    De acordo com levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, Abinopet, o Brasil tem a segunda maior população de cães, gatos e aves canoras e ornamentais, esses configuram como os animais mais domesticados que podemos encontrar. 

    Mais do que isso, o nosso país é o terceiro maior em população total de animais de pets, ainda segundo o estudo da Abnopet. 

    Você sabia disso?

    Apenas com esses dados já dá para entender o tamanho da fatia do ramo pet na nossa sociedade. E muito mais! Trouxemos aqui para você. Veja!

    Os dados recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), vão além e confirmam as informações acima com números incríveis: são 54,2 milhões de cachorros e 23,9 milhões de felinos domésticos no país. 

    E, por esse motivo, cada vez mais surgem produtos e serviços específicos para esse público.

    Já uma publicação da revista Forbes diz que além da população, somos o segundo país no mundo a investir e gastar no mercado de pets, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

    Também encontramos na plataforma de pesquisa online, Opinion Box, os seguintes dados: 58,5% dos entrevistados informaram que o fato dos estabelecimentos aceitarem animais é importante para que decidam frequentar ou não um determinado local. 

    Desses, 27,3% disseram já ter deixado de escolher um determinado hotel ou pousada justamente por não hospedar seu pet. 

    Assim, perceba como, em aprovação de hóspedes, a oportunidade de negócios só cresce!

    São muitos indicadores para você ter ideia do quanto, criar medidas amigáveis para receber os pets de clientes no seu hotel ou pousada podem trazer muita vantagem. 

    Mas agora, vamos para as dicas?

    Crie uma política pet friendly para seu hotel ou pousada 

    Vamos às regras: 

    Antes de tudo, é necessário planejar e pensar as regras de aceitação para a hospedagem dos pets no seu hotel.

    Porque é importante estabelecer se serão receber cães, gatos pássaros, outros tipos de pets.

    E que todas essas informações sejam divulgadas em todos os canais de comunicação para que os hóspedes tenham acesso a elas com facilidades.

    Por que não, divulgar nas redes sociais que seu hotel tem estrutura adequada para os animais e seus responsáveis. 

    Além de agradar turistas que querem levar consigo seus animais de estimação para as suas viagens, você pode gerar um buzz nas redes, o que significa mais alcance da publicação e consequentemente mais divulgação para o seu negócio.

    Nesse momento, em que encontrar hospedagens com esse serviço não é tão comum, contar com as indicações é muito importante. 

    Além do mais, fotos e vídeos de animais são conteúdos que engajam muito na internet, todo esse carinho e poder da internet vão impulsionar sua nova estratégia. 

    Dois benefícios em apenas uma estratégia. 

    Vale lembrar que esse tem uma especificidade do ramo é a hospedagem compartilhada, assim a organização das áreas, o que pode e o que não pode, valores, quais serviços serão ofertados, entre outras regrinhas devem ser claras.

    Utilize sempre o bom senso para conseguir pensar em formas de atender todas as necessidades.

    Sempre pensando no que vale para cada um: os hóspedes que vão utilizar os serviços e as pessoas que não vão utilizar os serviços. 

    Veja a lista de medidas para adotar agora de algumas possíveis regras!

    1. Especifique para seus clientes as regras de peso e porte dos animais

    As regras de aceitação serão submetidas a uma delimitação específica de acordo também com o porte do hotel ou aceitará todos os portes.  

    Como também, a quantidade de animais por quarto e se a circulação tem relação com o porte de cada um.

    Tem mais!

    Imagine as características de comportamento, hábitos e humor dos animais. Entendendo isso, você consegue gerenciar a frequência de serviços como: trocas da rouparia, arrumação, higienização dos ambientes.  

    1. Muito comum solicitar o pagamento de taxa extra para os pets nesse segmento

    Você pode oferecer um local com acomodações para o pet dos hóspedes ou permitir que os bichinhos compartilhem o quarto dos tutores. 

    Geralmente, essa última opção funciona mediante o pagamento de valor agregado ao pacote. 

    No entanto, tenha a certeza de que essa regra seja justa e não resulte em efeito contrário ao da atração de mais hóspedes. 

    Uma dica: pesquise valores e tarifas que os seus concorrentes estão aplicando e veja se vale a pena aderir. 

    1. Garanta a prevenção da saúde de todos, solicitando o cartão de vacinação do bichinho

    Uma das certificações mais importantes para a segurança dos animais e hóspedes é a solicitação do cartão de vacinação do pet na hora do check-in.

    Coloque essa determinação nas regras de visitação dos pets e se certifique de que está bem clara a necessidade do documento.

    A informação sobre a obrigatoriedade desta certificação deve constar em lugares visíveis e também distribuídas em avisos em todos os canais de comunicação do seu hotel ou pousada.

    1. Delimitar espaços pet friendly pode ser uma estratégia para garantir o conforto de todos

    Que tal separar locais para colocar os brinquedos, comedouros, caixa de areia, tapete higiênico, entre outros acessórios para a higiene, em regiões estratégicas para os bichinhos?

    Isso porque há quem não goste de pets, quem se incomode com o barulho e pessoas que estão distantes por questões de saúde: como as alergias, etc.  

    Assim, tanto os tutores e pets, quanto os demais hóspedes fiquem à vontade, sinalize adequadamente quais espaços são exclusivos ou mistos. 

    Lembre-se que nem todos os seus hóspedes estarão com bichinho de estimação, por isso, o mais importante é ter uma comunicação clara antes e durante toda a hospedagem.

    1. Assoalhos: garanta a segurança de circulação dos pets pelos hotéis ou pousadas

    Geralmente a escolha e como será o piso de um hotel acontece no desenvolvimento arquitetônico do empreendimento. 

    Mas o padrão da hotelaria pet friendly, a textura do piso influencia muito para o bem-estar dos bichinhos.

    Por isso, evite tapetes, carpetes ou pisos muito lisos e prefira pisos frios, como um pouco de textura ou ranhuras.  

    1. Diversão garantida para os bichinhos 

    Quer valorizar ainda mais a sua estratégia? 

    Disponibilize alguns brinquedos para diversão dos bichinhos, além de prover tapetinhos e bebedouros, pelos espaços, para que eles possam descansar e repor as energias. 

    Como os humanos, os pets também são diferentes em  humor e energia diversos, as recreações permitem que os mantenham entretidos e também aproveitem a estadia. 

    As atividades funcionam como estratégias de integração e lazer entre os pets e humanos. 

    Afinal, a viagem com bichinhos é para aproveitar com os bichinhos e a participação do hotel nesse ponto pode gerar ainda mais avaliações positivas para o seu hotel ou pousada.  

    Gostou do nosso conteúdo? 

    Você conferiu no texto o quanto promissor é o mercado na hotelaria pet friendly e o quanto o setor significa oportunidade de destaque no mercado.

    Claro, que tendo em vista a crescente procura por turistas que querem levar consigo seus animais de estimação para as suas viagens. 

    Mas, para que o mercado de hotelaria obtenha sucesso a partir deste segmento, se fazem necessários investimentos, especializações e adaptações para a oferta de serviços que possam atrair e atender à demanda desse público específico. 

    O fato é que ao receber animais de estimação e atender adequadamente a esta necessidade do mercado consumidor, você com certeza pode lucrar mais!

    Ainda assim, um alerta: ser pet friendly não se trata apenas de ser tolerante ou permitir a entrada e saída deles.

    Mas em proporcionar uma estrutura adequada, que favoreça a convivência entre homens e animais, de forma equilibrada e confortável para ambos.

    Ainda tem dúvidas sobre hotéis Pet Friendly? Comente! Será um prazer para a nossa equipe, te ajudar!

    Agende uma Consultoria Gratuita
    Preencha e ganhe uma consultoria gratuita com um dos nossos especialistas





      Deixe uma resposta:

      Seu endereço de e-mail não será publicado.

      Sliding Sidebar

      SIga-nos no Instagram

      Receba nossa Newsletter
      Fique por dentro das novidades do mercado hoteleiro!